Pode entrar,o Blog é seu! Welcome to Blog! Since 30 july 2011

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O inseto dos espíritos




Tem uma crença popular que diz que se uma mosca estiver insistindo em posar em você, é alguém que morreu e quer falar contigo. Não sou chegado a crendices, fábulas e folclores, mas permiti, pela primeira vez, que a mosca ficasse me perturbando e não a peguei como sempre faço. Tenho habilidade em pegar moscas em pleno voo. Então deixei que o inseto ficasse por aqui, ora na minha perna, ora no meu braço, quando tentava ir para o nariz eu abanava as mãos.

Foi uma impressionante experiência literária a permissão que dei para que a mosca fizesse suas manobras e pousasse nas pistas do meu corpo. De imediato tive a sensação de estar servindo de transporte para alguém invisível, sem voz. Era como se eu fosse o mensageiro dos sonhos perdidos, dos desejos abandonados, dos espíritos abençoados que receberam a condicional divina e foram visitar os lugares por onde viveram suas vidas na terra.

Dentro de mim ouvi histórias alegres, sempre alegres. Os mortos são felizes, pensei. Isso fez com que eu sentisse uma “ola” partindo dos meus pés, passando pelos membros inferiores, estômago, braços, peito e chegando até a cabeça e me dando aquela sensação de alegria e bem estar que a gente sempre espera sentir quando acorda. Por que os espíritos preferem as moscas? Os coelhos são mais bonitos e peludos; o cãozinho e o gatinho recebem carinho das pessoas e dormem em suas camas. Mas eles preferem as moscas.

Do ponto de vista benéfico algumas moscas são importantes para o homem, tais como as espécies que são utilizadas como animais experimentais principalmente para estudos genéticos. Algumas espécies são utilizadas como agentes de controle biológico de plantas daninhas bem como de insetos pragas.

A mosca tem visão de 360 graus e as asas mais ligeiras entre os insetos, um super inseto. Durante o voo, batem suas asas 330 vezes por segundo - quatro vezes mais do que o beija-flor, o pássaro campeão nesse quesito. Os espíritos precisam de velocidade, visão e facilidade em entrar e sair dos ambientes sem serem importunados. A partir de agora não vou mais espantar uma mosca quando estiver insistindo em ficar perto de mim, ouvi histórias adormecidas esperando um chamado.

As moscas esfregam as patas por questão de higiene, existem nos pelos receptores de aroma e sabor que precisam estar limpos para que possa farejar alimentos. Eu vou esfregar minhas mãos quando terminar de escrever, e tentar não esquecer as mensagens que recebi.

Ricardo Mezavila

Nenhum comentário:

Postar um comentário